curlymess.pt

Unknown Mortal Orchestra @ Hard Club (Reportagem)

in Reportagens by

Os Unknown Mortal Orchestra passaram pela cidade invicta para apresentar o seu mais recente álbum Multi Love editado em maio deste ano, acompanhados pelos Youthless na sala principal do Hard Club, esgotada de antemão.

O início do espetáculo estava marcado para as 20 horas, e apesar de tão cedo, a sala estava praticamente cheia para ouvir os Youthless que começaram “à tabela” com “Golden spoon”. Fazendo uma breve pausa para mencionar os atentados da noite anterior, em Paris, a banda prosseguiu energicamente com temas como “Drugs”, “Attention”, “Black keys” e a fechar, “Monsta”. O som parecia privilegiar os samples e “soterrava” um pouco a voz, mas foi uma atuação empolgante para um público que se fez ouvir.

Pouco passava das 21 horas e subiam ao palco os Unknown Mortal Orchestra, de forma simples e sem aparato excessivo. Em plena promoção do novo álbum “Multi-love”, e centrados na figura do vocalista e guitarrista Ruban Nielson, tiveram nele o principal interlocutor com o público, mostrando-se muito empático, não se furtando a pequenas provocações (“Lisbon did better!”, numa referência ao espetáculo na noite anterior no Armazém F), nem a demonstrações de excelente forma física, mas foi graças a temas como “Like acid rain”, “From the sun” e “How can you luv me” que a plateia se entusiasmou logo de início. A grande ovação ficou para “So good at being in trouble”, cantada em uníssono pela plateia que se estendia até à porta, e que se manteve vibrante até ao fim. Uma atuação que durou menos de hora e meia, e com certeza soube a pouco aos “indie”fectíveis adeptos da banda, mas pelo que se via nos rostos, ninguém saiu menos do que muito satisfeito.

 

Texto + Foto: João Fitas

 

 

Últimos

Go to Top