curlymess.pt

José González na Casa da Música (Reportagem)

in Música/Reportagens by

José González regressa a Portugal, com o último trabalho Vestiges & Claws de 2015, para uma série de concertos em Portugal.

A Casa da Música, no Porto, é a primeira paragem. A Sala Suggia, praticamente lotada, depressa absorve a atmosfera ofusca de intimidade que González tem para nos brindar. Este astro sueco com raízes na Argentina tem um toque da genialidade de Maradona e da elegância de Helen Svedin. Inicialmente passou pela cena musical hardcore e há muito que encontrou a sua identidade.  Aí permanece, uma junção de guitarra clássica com a sua serena voz que nos faz viajar, apreciar sons melancólicos e cheios. Ao mesmo tempo, é capaz de celebrar a vida e o amor.

Percorre os seus álbuns a solo com os temas avassaladores “How Low” de In Our Nature e “Crosses” de Veneer bem como outros mais recentes, “With The Ink Of A Ghost” e “Leaf Off/ The Cave”, igualmente intensos. Pelo meio, José González põe-nos a mão no coração (“Hand On Your Heart”) com uma versão de Kilie Minogue. A introspeção saudável há muito invadiu o público. O músico, tipicamente tímido, agradece aos presentes e arrisca até uma versão de “Line of Fire” dos seus Junip.

Rendido e de pé, o público só espera o encore. O deslumbrante e intenso instrumental finaliza com duas versões muito badaladas. “Heartbeats” dos também suecos The Knife e “Teardrop” de Massive Attack para sentir e chorar por mais. Assim chega ao fim, com emoção e com vontade de seguir a mini tour pelo nosso país fora.

___________________________

Nuno Gabriel Moreira (foto+texto)

Últimos

Go to Top