curlymess.pt

filmes

10 filmes para ver em 2016

in Arte+Cultura by

Por Bruna Oliveira

__________________

“The Revenant” – Estreou a 21 de janeiro

“The Revenant” tem todas as atenções voltadas para si em 2016, seja por ser realizado por Alexandre G. Iñárritu ou por ter o Leonardo DiCaprio no papel principal que muitos agouram que seja o derradeiro a fazer com que vença o Óscar de Melhor Ator. Baseado no romance homónimo de Michael Punke, que por sua vez foi inspirado pela história real de Hugh Glass, “The Revenant” narra a conturbada expedição deste no Velho Oeste onde é atacado por um urso. Que seja desta, Leo!

“Mustang” – Estreia prevista: 25 fevereiro

Deniz Gamze Ergüven, realizadora de origem turca que cresceu em França, dirige um drama centrado em cinco irmãs e os problemas em crescer numa vila conservadora no norte da Turquia. Com uma sinopse a fazer lembrar um pouco “The Virgin Suicides” de Sofia Coppola, as irmãs vêm-se prisioneiras na sua própria casa causada pela suposta “imoralidade” ao brincarem inocentemente com uns rapazes. Um olhar feminista sobre o conservadorismo religioso a não perder.

“The Hateful Eight” – Estreia prevista: 4 fevereiro

É Tarantino. Não há muito mais a dizer pois não?

“Anomalisa” – Estreou a 21 janeiro

Com roteiro e realização de Charlie Kaufman, responsável por grandes obras que exploram a mente e comportamento humano como “Being John Malkovich”, “Eternal Sunshine of the Spotless Mind” e “Synedoche, New York”, chega agora este curioso “Anomalisa”, em animação stop motion, que aborda os temas das depressão e da síndrome de Fregoli (transtorno que leva o indivíduo a acreditar que as pessoas à sua volta são capazes de se disfarçar, alterando a sua aparência, para se fazerem passar por outras pessoas). Descrito pela crítica internacional como “o filme mais humano dos últimos tempos”, a sua visualização é mais que obrigatória.

Ciclo Cinema Andrei Tarkovsky

E porque o ano não tem que ser exclusivamente dedicado a filmes recentes, que tal dedicar uma maratona aos filmes do mestre do cinema russo? A partir de fevereiro, a Leopardo Filmes e a Medeia Filmes apresentam um ciclo dedicado ao cinema russo e aos seus principais cineastas, sendo que a iniciativa terá início com a exibição da obra completa de Andrei Tarkovsky. A obra do realizador russo estará em exibição no Espaço Nimas, em Lisboa, e Teatro Municipal de Campo Alegre, no Porto.

“Suicide Squad” – Estreia prevista: 4 agosto

Os super heróis estão na moda, mas nós estamos fartos deles. O gang dos vilões mais psicóticos da DC Comics parece-nos a melhor forma de passar um serão animado no cinema. Nem que seja pela carismática Harley Quinn ou para discutir qual dos Joker retratado no cinema é o melhor.

“The Parkinsons – A Long Road To Nowhere”

E um pouco de música? The Parkinsons, banda de punk formada em Coimbra em 2000, e estabelecida em Londres onde teve o devido reconhecimento, viram a sua trajetória chegar ao cinema pelas mãos da realizadora Caroline Richards. Exibido pela primeira vez no Prince Charles Cinema em Londres no fim do ano passado, chega agora a Portugal, tendo sido a sua primeira exibição a 29 de janeiro em Faro. Vão ainda a tempo de o ver a 6 de fevereiro em Coimbra e a 30 de abril em Leiria. Todas as exibições são acompanhadas por um concerto da banda.

“Carol“– Estreia prevista: 4 fevereiro

Com realização de Todd Haynes, o filme é baseado no livro “The Price of Salt” de Patricia Highsmith e narra a paixão de Carol (Cate Blanchett) e Therese (Rooney Mara) numa época (anos 50) em que se pedir o divórcio já era o suficientemente complicado, imagine-se a paixão entre duas mulheres. Com um roteiro interessante, duas belíssimas e excelentes atrizes nos papéis principais, numa recriação elegante dos anos 50, o drama é um dos preferidos aos Óscares 2016.

“Saul fia/Filho de Saul” – Estreia prevista: 25 fevereiro

Premiado com o Grand Prix no Festival de Cannes e escolhido para representar a Hungria na competição ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, “Saul Fia” revisita um tema a que já estamos habituados no grande ecrã, o holocausto. Sendo a primeira longa metragem do realizador Lazslo Nemez, “Saul Fia” promete fazer-nos sentir tragédia e o desespero de um dos maiores horrores da História de uma forma poderosa.

“Finding Dory” – Estreia prevista: 23 junho

E passados treze anos chega a sequela de uma das animações mais queridas da Pixar. Desta vez seguimos Dory, que resultado da sua amnésia, parte à procura da sua família. Para quem era criança na altura de “Finding Nemo” será com carinho e nostalgia que revisitará o grupo de peixes mais adorável de sempre.

*A maioria dos filmes na lista são de 2015, mas foi elaborada com base nas estreias em Portugal em 2016.

Últimos

eu tu elas

EU, TU, ELAS

Eva Ribeiro estreia-se no mundo dos livros, mais concretamente, no erotismo literário
CONVERSAS PARA LÊ-LAS

(h)à conversa…

CONVERSAS PARA LÊ-LAS é o nome da comunidade de leitura com temática
Go to Top